22 de fevereiro de 2016

A PE-160, TÁ MATANDO, MAS É DE RAIVA...

Olá minha gente. Era só o que faltava, o vereador Carrin agora tá cantando nos forrós da vida. Mas ele tá é certo. Numa cidade que faz fila pra vender fiado, onde uma avenida é uma rua e uma rua é uma avenida (Avenida Padre Zuzinha e Rua Cabo Otávio), e laranja não é fruta há muito tempo, tem que arriscar mesmo.

O vídeo abaixo é imperdível, o cara tá solto na buraqueira e não quer saber de nada... Em março que é o mês de seu aniversário, deve surpreender cantando um cantor famoso...Mais pia, mesmo, Dida de Nan, ganhou um concorrente.KKKKKKKKKKK. Te cuida Safadão....

NÃO ME CONTE, QUE EU CONTO!

O deputado Diogão, está arretado da vida. Mandou uma nota raivosa a imprensa, para justificar a situação da PE-160. "Essa obra vai sair, doa a quem doer e quem estiver vivo verá”. Que é isso deputado, se a obra sair não vai doer em ninguém! Pelo contrário, mas tome cuidado com as palavras “Quem viver, verá”, é complicado, pois muita gente morreu por conta dessa famigerada pista e não viu sua duplicação. Alias, a PE-160 tá matando, mas é de raiva, quem passa por lá. Relaxa Diogão... 
Outra coisa: Derna que Adão era cadete e candeeiro dava choque, que esta bobônica do rato da duplicação é prometida. Do jeito que vai, mesmo que saia, não vai dar resultado político...kkkkkkkkk.
NÃO ME CONTE, QUE EU CONTO!
Uma olhada nas redes sociais, e se vê logo o baixo nível de algumas personalidades envolvidas na politica. Sem falar que estão assassinando a língua portuguesa. Não sei se é pior o nível político baixo ou o que estão fazendo à escrita. Vamos tentar fazer um exercício respiratório, lendo um texto de um eleitor, que segue abaixo (Tente ler obedecendo à falta de vírgula e pausas):

“O prefeito de sta cruz vem massacrando e humilhando os funcionários da educação saúde e outras categorias sem pagar salários em dia que é o seu dever mas é mal que está em sta cruz e por pouco tempo deus abomina estes tipos de seres humanos fazendo sua justiça”.    

Tentei... e quase morri  sem foigo. Não me queiram mal, que só sei querer bem...

0 comentários:

Postar um comentário