19 de fevereiro de 2016

EM BREJO, "SANTOS" TÁ DECIDIDO!

VAI sair mesmo CANDIDATO a PREFEITO em 2016


BREJO DA MADRE DE DEUS- O blog recebeu esta semana, a visita de Santos de Josa, que esteve em São Domingos e em Santa Cruz para amarrar detalhes com brejenses que residem na região, para o lançamento oficial de sua pré-candidatura a prefeito em 2016.

João Amorim de Farias, 52 anos, um dos fundadores na história recente, da esquerda em Brejo da Madre de Deus, afirmou ao blog que será candidato a prefeito no município.

“Santos de Josa” como é conhecido na região, foi corajosamente candidato a prefeito pelo PT em 1996, e depois tentou por duas vezes uma cadeira na Câmara Municipal da cidade, mas por está numa legenda que dependia em atingir um alto quociente eleitoral, não obteve êxito. O PT era uma legenda inexpressiva na cidade na época, além de fazer uma campanha independente dos palanques tradicionais. Santos Foi também candidato a deputado estadual. 
“Sempre desejei contribuir de forma mais direta com a cidade e muitas vezes cedi em meu projeto. Em 2000, quando Dr. Edson se colocou como candidato a prefeito, eu era uma das pessoas a frente do PT na cidade, e levei todo partido na casa dele e declarei apoio, pedindo unicamente uma coisa a ele, que não apoiasse Roberto Asfora, se ele não fosse candidato. Ele disse que jamais faria isto, e depois não foi candidato e migrou na campanha para Asfora e me chamou e disse: Você vai e eu fico. Você vai se arrepender, e ele se arrependeu. Quando Dr. Edson foi candidato a prefeito em 2004 apoiei ele e perdi com ele. Em 2008 dei sustentação a Edson e ele foi eleito, ganhamos. Em 2012, nós ganhamos e eu estava com Dr. Edson e em 2013, nós perdemos a eleição e eu estava com Hilário, estava no grupo. Sou uma pessoa fiel a um grupo político e neste momento estou me colocando como pré-candidato e espero deste grupo que tanto ajudei, um respaldo. Mas sou candidato a prefeito de Brejo da Madre de Deus. Gostaria de ter o apoio deles, se não tiver, vou para uma terceira candidatura. Aguardo este apoio do grupo que tanto apoiei e que lutei por ele”. Disse.
Defendendo a volta do potencial hídrico do município como ampliação  de barragens e criação de outras, Santos apontou a saída definitiva para o problema da falta de água no extenso município.  

“Nós temos um manancial que suporta grandes barragens em Brejo da Madre de Deus. Temos uma área chamada Jenipapo, que cabe quatro barragens de Santana, e a parede talvez seja menor do que a barragem de Santana. Temos a Barragem do Rego, que está com 60% feita, na época Zé Inácio. De lá pra cá, nem Roberto Asfora, nem Dr. Edson Souza botaram uma pedra para concluir esta barragem. Se a gente faz a barragem do Jenipapo e conclui a barragem do Rego, a gente traz agua por gravidade barragem do Jenipapo para a barragem do Rego, e teremos água de qualidade na região brejeira.  Jenipapo tem 742 altitude e a barragem do Rego tem 523 altitude. São 220 metros de declívio para se fazer em uma distancia de 8km”.   
Segundo Santos, localidades como Barra de Farias, Fazenda Nova, Quartis, Fazenda Velha, Itaúna, e inúmeros sítios teriam água nas torneiras com esta solução da barram de Jenipapo. “Brejo seria emancipada na questão hídrica. Vou defender a municipalização da água. Nosso potencial é no hídrico e no turismo”. Afirmou.  

No campo político, Santos buscará um encontro com Jarbas Vasconcelos para que o PMDB abrigue seu projeto, embora tenha opções de outras siglas. "Estou com a Comissão Provisória do PMDB e vou expor a Jarbas, Raul Henri e outros membros do PMDB, meu projeto".

Santos deixou muito claro que seu projeto para prefeito é irreversível. 

Fotos Marcondes Moreno

0 comentários:

Postar um comentário