31 de março de 2016

DE FATO & DE DIREITO

VAI TER DENÚNCIA: Em contato com o Vereador Carlinhos da cohab (PRB), o mesmo vai prosseguir com a denúncia, porém a mesma não será feita essa semana, uma vez que ele ainda está terminando de juntar as provas da referida denúncia. Vamos aguardar que na próxima reunião da câmara o clima promete ser quente.

SELETISTAS: Assim que vejo muitos apoiadores do grupo de situação da cidade. Pessoas que apontam e tanto batem na corrupção que está tomando de conta do congresso nacional, mas que acabam esquecendo como está o cenário municipal, onde o prefeito faz um governo no qual sofre várias denúncias por irregularidades. Vamos ver esses defensores nas eleições deste ano.

VIROU ROTINA: As ondas de assaltos tomaram de conta da cidade, os marginais não escolhem nem hora nem lugar para a prática dos seus delitos. A população não aguenta mais as desculpas por parte do poder público que querendo enganar a população marca uma reunião para tirar uma foto e dizer que está preocupado com a real situação.

TERRORISMO: Essa é a fala que o grupo situacionista está usando para tentar se livrar da responsabilidade da tamanha falta de segurança que a cidade está sofrendo. Os mesmos estão dizendo que esse “terrorismo” todo é culpa da oposição, que os mesmo não apresentam projetos e nada, porém esquecem que quando é pra ir atrás de alguma melhoria para a cidade os mesmos mudam horas de reuniões para que os membros da oposição não participem.

DE FATO: Vejo muita semelhança entre o modo de agir dessa política apodrecida e grandes máfias, a exemplo do Cartel de Medelin, Cartel de Cali e outras. Há divisão de tarefas, lideranças amparadas em massas de manobra, corrupção de agentes públicos, violência, infiltração de criminosos nos seguimentos de poderes, discurso da vitimização, lavagem de dinheiro, aquisição de patrimônio em nome de pessoas interpostas e muita grana envolvida. Pablo Escobar, que foi o maior narcotraficante que este mundo já viu, bradava que se o governo colombiano acabasse com o Cartel de Medelin, a Colômbia teria três milhões de desempregados. Ou seja, qualquer semelhança com a idéia de que a Lava Jato é a culpada pelo desastre econômico atual, não é mera coincidência.

0 comentários:

Postar um comentário