28 de março de 2016

REALIDADES DISTINTAS DO MESMO MUNICÍPIO

EM BREJO DA MADRE DE DEUS, TRANQUILIDADE E ASFALTO,
EM SÃO DOMINGOS, BURACO E ASSALTO.

Olá a todos os leitores, hoje em nossa coluna vamos destacar duas realidades distintas que ocorre no Município de Brejo da Madre de Deus. Vamos lá!
Recentemente estive na pacata cidade de Brejo da Madre de Deus, pude constatar a tranquilidade e paz que existe no local, como sempre, fiquei encantado com a limpeza, a riqueza cultural, o clima, entre outros. Porém, o que mais chamou atenção foi à pavimentação asfaltica de praticamente quase todas as ruas do centro da cidade.

Durante o tempo que passei por lá, verifiquei que esta ação realizada pela administração pública foi de grande importância, pois além de melhorar o fluxo de veículos, o centro da cidade ganhou uma aparência de cidade organizada e com uma expressão paisagística positiva.

Deste modo, parabenizo o gestor e responsáveis pelo trabalho de requalificação do centro da cidade, bem como a pavimentação asfáltica executada em vários locais da Sede do município.

Entretanto, retornando da Sede, fui até o Distrito de São Domingos, que atualmente conta com uma população superior a Sede do município, e, diferentemente da tranqüilidade e paz que reina na no centro do município, no Distrito de São Domingos a insegurança e a violência são constantes, tendo muitos moradores receosos e com medo de sair de casa, haja vista a sensação de insegurança que atualmente reina na localidade.

Outro ponto que pude observar, foi justamente a falta de saneamento e pavimentação do distrito, é enorme a quantidade de ruas que tem esgoto a céu aberto, o que pode gerar focos e proliferação de doenças. Assim, seguindo a linha contrária da Sede do município, o distrito de São Domingos sofre com a ausência de políticas públicas nas áreas de segurança pública e infraestrutura.

Finalizando, entendo que o gestor municipal deveria observar com mais carinho e respeito à população Brejense que reside no Distrito acima mencionado, pois é inadmissível o desprezo, a ausência de projetos e de políticas públicas que visem uma melhor qualidade de vida para os munícipes que residem não somente na Sede do município, mas em todos os locais da cidade de Brejo da Madre de Deus.

Aurimar Ramos – Professor, Formado em Geografia pela AEB/FABEJA, Pós-Graduado em Gestão Pública pelo IFPE, Cursando Segurança do Trabalho pela EadPE e Acadêmico em Direito pela Faculdade ASCES.

0 comentários:

Postar um comentário