9 de abril de 2016

PANORAMA POLÍTICO

NOVA COMPOSIÇÃO PARTIDÁRIA

O troca-troca de partidos permitido pela chamada “janela partidária” acabou alterando as bancadas de alguns partidos, onde alguns viram sua bancada aumentar e outros diminuírem. Sendo assim vamos ver quem cresceu e quem encolheu na Casa Dr. José Vieira de Araújo.

A MAIOR BANCADA

O partido Trabalhista Brasileiro (PTB) cresceu novamente, saindo das três cadeiras para cinco, desta forma o PTB volta a ser o partido com o maior número de vereadores na Câmara, isso graças ao retorno de Fernando Aragão e a adesão dos vereadores, Carlinhos da Cohab e Vânio Vieira, que aderiu ao grupo de oposição. Portanto foi o partindo que mais cresceu ganhando três cadeiras, porém vale lembrar que o partindo também perdeu uma cadeira a de José Elias. Então se fosse na matemática poderíamos representar o PTB da seguinte forma: 3+3-1=PTB.

TAMBÉM CRESCEU

O Partido Socialista Brasileiro (PSB), também foi um dos que conseguiram crescer, com a aquisição do vereador Dida de Nan. Agora os Socialistas contam com três vereadores em sua bancada.

DOBROU

Em meio à crise que se encontra o Partido dos Trabalhadores (PT), conseguiu crescer, dobrando sua bancada com a vinda de Ernesto Maia o (PT) conta agora com duas cadeiras. 

DA MESMA FORMA (I)

Já o Partido Social Democrata Brasileiro (PSDB) conseguiu manter sua bancada inicial das eleições de 2012, quando fez quatro vereadores. O PSDB perdeu Dida de Nan e Vânio Vieira, mas ganhou Zé Elias e já havia ganhado o jovem Pipoca, sendo assim ficou tudo como era antes.

DA MESMA FORMA (II)

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) não houve mudanças, continuando com a cadeira do Professor Afrânio Marques.  

DA MESMA FORMA (III)

O partido da Republica (PR) não sofreu alteração no quantitativo de sua bancada, a mudança foi apenas nos nomes, já que saiu Luciano Bezerra e entrou Ronaldo Pacas.

PERDERAM TUDO

Quem perdeu tudo que tinha foi o Partido Social Liberal (PSL), que acabou perdendo suas duas cadeiras, ou seja, perdeu toda sua representação na Casa Dr. José Vieira de Araújo.


A NOVIDADE

A novidade na nova composição da Câmara ficou por conta do recém-criado, Rede Sustentabilidade. O partido da ex-senadora Marina Silva passa a ter um representante no legislativo santa-cruzense ao ter em seus quadros de filiados o vereador Luciano Bezerra.
 
BATEU PESADO (I)

Pré-candidato a vereador pelo PHS Jonath Pojucam, andou batendo forte no ex-deputado José Augusto Maia. O pronunciamento de Pojucam ao blog Sulanca News foi forte, eu diria que muito contundente, pois segundo Jonath, “Zé Augusto hoje, não passa de um corretor de votos, vendendo seus votos de dois em dois anos”. Imagine você que o grupo Taboquinha esta “unido” já pensou se não  estivesse?

BATEU PESADO (II)

Em outro ponto da entrevista Jonath Pojucam continuou a metralhar o ex-deputado, ao dizer que o grande INIMIGO do grupo Taboquinha chama-se Zé Augusto. Mesmo criticando o governo municipal, o que surpreendeu mesmo na entrevista de Pojucam, foi a veemência das criticas feita aquele que até pouco tempo era o líder político absoluto no grupo Taboquinha. Definitivamente a liderança POLÍTICA esta órfão de um detentor.
   
ASSIM NÃO PODE, ASSIM NÃO DÁ!  

Quem também resolveu engrossar o caldo de reclamações contra o ex-deputado José Augusto Maia, foi o presidente municipal do PHS Elvis Ferreira , que chegou a chamar José Augusto de coronel. Elves se reclama das investida do ex-deputado na intenção de esvaziar o PHS, e para isso o mesmo estaria oferecendo vantagens. Se para Pojucam o ex-deputado é um “corretor de votos” e “inimigo dos Taboquinhas”,  para Elvis Ferreira José Augusto Maia é um “coronel”. Definitivamente, Assim não pode, assim não dá!
  

POR: NILSON PEREIRA

0 comentários:

Postar um comentário