6 de maio de 2016

MONTESQUIEU MORREU EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE!

                  Não desanime meu filho, as coisas vão melhorar. Essa afirmação se torna cada dia mais distante do nosso contexto, estamos desencantados, o que significa dizer que boa parte de nós começamos a entender que as coisas sempre foram assim e é assim que devem ser. Isso beira a desesperança e a destemperança em relação ao futuro, somos filhos da dúvida, mas não somos seres irracionais. Mas, como dito anteriormente, somos constantemente atingidos no processo de consecução dos sonhos, somos levados a regiões de solidão que nos afastam cada dia mais das relações firmes e que contribuem para uma melhora do tecido social que nos envolve.
Pior que isso é quando nossas instituições que parecem sólidas como uma ponte, se fazem paredes entre nós, se quisermos um exemplo claro, basta observar o que está escrito no artigo 2º da constituição que nos rege, “São Poderes da União, independentes e harmônicos entre si, o Legislativo, o Executivo e o Judiciário”. Pena que isso não seja também respeitado, em Santa Cruz do Capibaribe, por exemplo, o executivo manda de tal maneira no legislativo que interesses de servidores da Educação são colocados à revelia em favor de interesses espúrios e de fracos argumentos que só convencem aqueles que estão levando vantagem na situação. Democracia, palavra tão evocada mas tão pouco respeitada, os pequenos sofrem as consequências de poderosos que usam o poder para se servir no lugar de servir ao próximo. Quando isso vai mudar? Não sabemos. O que sabemos é que quanto mais a educação avança, mais os políticos que se comportam dessa forma se sentem amedrontados. Povo que sabe pensar é povo que não se deixa encabrestar.
DEBATENDO O FUTURO!

         Na ultima terça-feira dia três de maio do ano em curso, a EREM Luiz Alves teve a honra de receber convidados ilustres para um debate em torno do impeachment da Presidenta Dilma Rousseff e as perspectivas do futuro brasileiro. Lá estiveram grandes mentes dos blogs e rádios de Santa Cruz do Capibaribe, dos quais podemos citar: César Mello, Marcondes Moreno, Geraldo Moura, Romenyck Stiffen, o professor e advogado Eronildo Juvêncio e a pessoa que vos escreve enquanto mediador. Com dinamismo e descontração, o tema de extrema importância para a conjuntura nacional hoje, foi debatido de maneira dinâmica e atrativa, para quatro turmas de concluintes dos terceiros anos da EREM Luiz Alves. Quem ganhou o debate? Sem dúvidas aquele e aquela que se ocupou em beber da opinião daqueles que lá estiveram.
Um próximo será marcado com vistas às eleições de 2016 em Santa Cruz do Capibaribe e região. Temos grandes entre nós, pena que muitos não enxerguem. No mais fica o dito para ser reescrito e ponto final.

Um comentário: