12 de junho de 2016

DOIS GRUPOS, DUAS REALIDADES BEM DIFERENTES!

VAI COMEÇAR TUDO DE NOVO- A partir de amanhã, dia 13 de junho, a politica de Santa Cruz do Capibaribe, passa a viver de fato, sua pré-campanha tendo um São João pela frente, e um contato mais direto dos pré-candidatos com os eleitores, em um corpo a corpo e enfrentamento da realidade que vem das ruas.

PARECIDOS, MAS DIFERENTES- Dois grupos políticos tão parecidos, mas ao mesmo tempo em realidades tão diferentes.

DE UM LADO- Um que teima em continuar cometendo os mesmos erros, através de uma personalidade política que já foi uma liderança, e que as pesquisas internas o aponta como a maior rejeição politica da cidade.

DO OUTRO- Um grupo que tem um politico que tem tido a liderança do seu grupo na mão, e mesmo diante de tantas crises, tem pulso firme e é capaz de unir os seus em seu redor, apesar dos inúmeros problemas.

EM MEIO A TUDO ISTO- Se observa uma cidade que mais parece uma vila, com uma paixão politica que praticamente obriga seus moradores a terem lado partidário. 
DIGA-ME COM QUEM ANDAS... – Não tem mais jeito. Fernando Aragão agora é refém do seu líder Zé Augusto Maia, quando cometeu o erro de se filiar ao PTB, tendo que depender da decisão alheia. O baixinho se apequena, quando assinou um cheque em branco, e pagará o preço politico que Zé quiser.

O CAPACHO- Fernando Aragão não foi capaz de ser independente, de devolver toda injustiça, ingratidão e perseguições que sofreu. O honesto Fernando Aragão suja sua imagem quando caminha ao lado do seu carrasco politico, mas como ele mesmo disse: “Sou capacho”.

AO LADO DO CARRASCO- Ele finge não saber quem apregoa sua falta de dinheiro, sua antipatia, sua falta de popularidade e sua falta de carisma. Sim, quem está por traz dessa publicidade negativa é justamente seu carrasco político, hoje seu padrinho. Uma pena esta situação, já que o sobrinho faltou dar aquele murro na mesa, que um dia seu tio Raymundo Aragão deu, indo de encontro até aos seus aliados para impor um projeto que alavancou a cidade. 
FLÁVIO PONTES 2020- Não aceitando disputar como vice de Fernando a eleição de 2016, o empresário e homem de bem Flávio Pontes tem tudo para se credenciar como candidato a prefeito em 2020. É jovem, tem nome respeitado na cidade e dentro do partido de oposição. Uma chapa formada por Flávio Pontes e Helinho Aragão, por exemplo, seria incontestável.

É CEDO PARA SE FALAR EM 2020?- Que nada, o próprio prefeito Edson Vieira fará esta campanha de 2016, com o olhar voltado para 2020.

AÍ, ESTÁ A DIFERENÇA- Enquanto o prefeito Edson trabalha hoje, visando 2020, a oposição espera a decisão de Zé Augusto em apontar um vice que agrade em 2016. Um lado está a 800 por hora, enquanto o outro sem planos senta na beira da estrada, fazendo um risco no chão. 

0 comentários:

Postar um comentário