16 de junho de 2016

MODA CENTER SANTA CRUZ IMPLANTA PROJETO PILOTO DE ENERGIA SOLAR

Localizado em Santa Cruz do Capibaribe, agreste de Pernambuco, uma das regiões mais ensolaradas do estado, o Moda Center Santa Cruz decidiu apostar no clima da cidade para investir na sustentabilidade e, ao mesmo tempo, economizar recursos com energia elétrica. O centro atacadista passa a contar, a partir de julho, com sistema de captação de energia solar.


Ao todo, 92 placas estão sendo instaladas no telhado do centro administrativo do Moda Center, ocupando uma área de 154 metros quadrados. O investimento de cerca de R$ 160 mil no projeto piloto deverá render uma economia de R$ 21.881,00 neste primeiro ano. “Essa é uma ação extremamente importante e histórica, apoiada pelos nossos condôminos, e o primeiro passo de um grande projeto de cunho ambiental”, comentou Allan Carneiro, síndico do Moda Center.

A expectativa de geração anual de energia do sistema é de 39.073 KWh, que serão utilizados para alimentar o próprio centro administrativo. O atual consumo médio mensal do local é de 3.237 kwh e a geração média será de 3.256 kwh por mês, o que tornará o centro administrativo autossustentável. O projeto foi elaborado e implementado pela empresa ATP Solar.

A administração do Moda Center está otimista com o investimento que, além de contribuir para a redução do consumo de energia, representará uma economia crescente para o centro nos próximos anos. “Investir em ações ambientais e em energias renováveis alternativas é extremamente importante principalmente no momento em que sofremos com a escassez de água, recurso do qual a nossa principal matriz energética – geração hidrelétrica - depende. Por isso, apesar dos custos ainda altos, esse é um excelente momento para começaremos a aproveitar uma de nossas maiores riquezas: a luz solar”, complementou Carneiro.

Para o segundo ano de implantação, a expectativa é alcançar cerca de R$ 26 mil de economia e, no vigésimo, de até R$ 138.758,00. A estimativa é feita considerando reajustes tarifários de 20% no primeiro ano, 15% no segundo e 10% por ano nos demais. 

A perspectiva do Moda Center é avaliar a implantação da tecnologia para que, no futuro, ela possa ser adotada gradativamente por todo parque, principalmente na área onde funcionam os boxes e as lojas do centro atacadista. A estimativa de investimento para essa cobertura e autossuficiência total é de R$ 11 milhões.

SUSTENTABILIDADE – A preocupação com o meio ambiente é uma constante no Moda Center Santa Cruz. Para reduzir o impacto da falta de água que atinge Santa Cruz do Capibaribe há alguns anos, o centro atacadista realiza campanhas de conscientização sobre o uso racional da água entre os comerciantes e donos de restaurantes. Desde o ano passado, passou a utilizar água de poço nas descargas dos banheiros. Também realiza conscientização sobre a necessidade de economia de energia entre os comerciantes e colaboradores, recolhe pilhas usadas no seu serviço de atendimento ao cliente e óleo de cozinha em coletores distribuídos pelas praças de alimentação do centro atacadista, incentivando o descarte e destinação correta desses resíduos. Recentemente, mais de 500 mudas de árvores de diversas espécies foram plantadas em áreas estratégicas do parque.

ESTRUTURA – Referência nacional, o Moda Center Santa Cruz é o maior centro atacadista de confecções do Brasil. A ampla estrutura é composta por seis módulos, que ocupam uma área coberta de 120 mil metros quadrados construída num espaço de 32 hectares. O empreendimento reúne mais de 10 mil lojas e boxes onde são comercializadas peças no atacado e no varejo. O mix de produtos inclui de itens populares a artigos mais trabalhados. O parque disponibiliza seis praças de alimentação com restaurantes e lanchonetes, estacionamento gratuito para 6.500 veículos, rede própria de hotéis e dormitórios com mais de dois mil leitos, posto ambulatorial, caixas eletrônicos, banheiros, fraldários, carrinhos de compras, sistema de som e tv e circuito interno de segurança.

0 comentários:

Postar um comentário