11 de agosto de 2016

“RELATO DE UM ELEITOR”

Sinceramente não dá para entender por que motivo, a Rua: Raimundo Balbino Bezerra, é tão desprezada pelos Políticos que se reversão no poder. Sejam eles, do executivo ou legislativo. Há, vinte e cinco anos, residente no Bairro Rio Verde. Habitando nesta dita rua, aguardamos a tão sonhada pavimentação que cisma em não chegar. Apesar do bairro estar localizada a menos de um minuto do centro da cidade.

Qual motivo de tamanho desprezo.  Se outros bairros da cidade, mesmo os mais longínquos são contemplados com algumas benfeitorias? Aqui, vivemos a mercê da falta de infraestrutura em todos os níveis sociais. 
Na última campanha fizemos questão de trazer o candidato que havíamos escolhido para lhe dar uma chance, acreditando em sua conduta administrativa e em suas propostas de mudanças.  Como de práxis nos reunimos para uma solicitação dentre tantas que já havíamos feito. Mobilizamos funcionários e residentes da rua e do bairro para ouvirmos as propostas de governo do então candidato. Quando da reunião, apresentamos o candidato que dentre os três, que concorreria ás eleições, tínhamos crença e credibilidade em suas propostas, consequentemente solicitamos o seu comprometimento em pavimentar a tão sacrificada rua.
Na medida em que o tempo foi passando em vários momentos tive o compromisso de em nome do povo e em meu nome, cumprir com o papel de votante. Cobrando do candidato vencedor sua promessa de campanha, que na medida do possível o tornassem realidade. Infelizmente até o momento o sonho dos residentes da Rua Raimundo Balbino Bezerra, está sendo, mais uma vez adiado. Talvez o candidato a reeleição, o mesmo que nos pediu uma chance, retorne. Juntamente com seus também candidatos a vereadores á mesma rua.
Não sei qual será a desculpa, de qualquer forma de minha parte, ele está perdoado.  Estou acostumado com promessas em vans, e como falei anteriormente resido na mesma rua, há vinte e cinco anos. A rua de terra batida permanece da mesma forma em que aqui cheguei. No verão buracos e poeira, no inverno buracos e lama. Muitos candidatos estiveram aqui para nos prometer, e todos falharam em suas promessas. Digo este relato, não apenas para tratar de um assunto singular da rua Raimundo Balbino Bezerra. Más, para representar a postura de um eleitor que diante do compromisso com a pluralidade de moradores da rua, pede desculpa em nome da promessa não concluída pela atual gestão municipal.

JOSÉ DALVINO – CIENTISTA SOCIAL

0 comentários:

Postar um comentário