26 de setembro de 2016

CEGONHEIROS PERNAMBUCANOS NOTIFICAM PRESIDENTE E EXIGEM NOVAS ELEIÇÕES

Inconformados com a forma como o SINTRAVEIC vem sendo conduzido, os cegonheiros pernambucanos não concordam com a linha de trabalho da atual diretoria do SINTRAVEIC que só promovem brigas judiciais com outros sindicatos e não conquistam espaço de trabalho que é o verdadeiro objetivo da categoria.
Participando de forma maciça, de uma assembleia geral extraordinária no domingo 25, que aconteceu no auditório do Hotel Vila Rica em Caruaru, a categoria notificou e exigiu do presidente que convoque novas eleições.
Diante da manifestação da imensa maioria que aprovou o pedido de novas eleições, o presidente e toda diretoria fugiram da categoria, que pediu maciçamente uma nova eleição. Luciano Pontes membro da categoria informou que a própria categoria está organizada e vai fazer os encaminhamentos do processo eleitoral já que essa é a vontade dos cegonheiros pernambucanos.
 "Entre outros pontos que precisam ser esclarecidos o mais importante é deixar claro que essa diretoria atual não representa aquilo que foi o MOVIMENTO SINTRAVE, no entanto a atual diretoria se aproveita de tudo que significa o MOVIMENTO SINTRAVE e por outro lado exclui a grande maioria daqueles que realmente iniciaram a mais bela conquista de cegonheiros no país.”. Afirmou Luciano Pontes. 


Representando a revolta dos cegonheiros, Luciano cobrou justiça e denunciou atitudes estranhas da diretoria do SINTRAVEIC: “É isso que eu defendo , nada mais justo de defender quem iniciou toda a luta , não se pode excluir quem derramou seu suor simplesmente  e trazer pessoas estranhas a categoria só porque é um credor do presidente." Bateu, Luciano. 

Segundo a categoria, o presidente José Milton não consegue sequer atender a exigências básicas e seu caminhão não consegue trabalhar está abandonado em um posto de combustível.   “Então eu pergunto: como um cara desse, vai conseguir oportunidade para outros se não honra oportunidade que teve”. Indaga, Pontes.
A categoria indaga o pastor Eurico se ele está apoiando a categoria ou o José Milton? Já que o mesmo vem apadrinhando as atitudes do José Milton que causam prejuízos a categoria. É preciso saber, se o Pastor é cúmplice ou também é mais um que está sendo enganado. 

0 comentários:

Postar um comentário