24 de setembro de 2016

EDILSON TAVARES CONCEDE A SUA ÚLTIMA ENTREVISTA NA CAMPANHA 2016

TORITAMA- Na manhã desta sexta-feira, 23, Edilson Tavares concedeu a sua última entrevista de rádio, fechando assim as suas participações ao vivo em rádio nessa campanha.

A participação dele fez parte da segunda rodada de entrevistas promovidas pela Rádio Comunitária Toritama FM, que disponibilizou duas horas para os três candidatos a prefeito da cidade de Toritama, entre eles, Edilson Tavares do PMDB, Odon Ferreira do PSB e Lucinha Pereira do PSDB. Edilson Tavares compareceu a primeira e segunda rodada de entrevistas. Odon Ferreira chegou a participar na primeira entrevista e faltou na segunda. Lucinha Pereira, porém, não compareceu a nenhum dos convites.
Edilson Tavares fez críticas aos seus concorrentes. Alegou que somente ele tem debatido os problemas da população, enquanto Odon e Lucinha não comparecem às entrevistas nas rádios.

Na entrevista, Edilson Tavares narrou sua caminhada de campanha pelos bairros de Toritama e contou sobre a situação precária em que vivem os moradores. Em seguida, Edilson Tavares falou da sua política para os loteamentos. Disse que como prefeito só vai autorizar loteamentos que cumpram as regras. Ele culpou os ex-prefeitos, Marcelo Andrade, Flávio Lima e Odon Ferreira por terem autorizado loteamentos sem o cumprimento de tais regras, o que nas palavras de Edilson acarretou sérios problemas urbanos para os bairros do município, relacionados a esgotamento sanitário, pavimentação e iluminação.

Edilson destacou uma parceria que foi selada entre ele e o candidato a prefeito de Caruaru, Tony Gel, a qual, consiste, se eleitos atender e beneficiar a Vila Canaã, um distrito de Caruaru que faz limite com a cidade de Toritama atualmente em situação precária com falta de saneamentos e calçamento. Edilson também destacou que tem outra parceria com o município de Vertentes, que visa viabilizar um aterro sanitário para os dois municípios.

Edilson também se defendeu de calúnias. Sobre as facções, disse que são os seus adversários dele que estão falindo facções, fabricos e lavanderias, pois nunca apresentaram nenhum projeto público ou qualquer alternativa para ajudar o pequeno produtor de confecções. Edilson propôs instalar centros de treinamento para o confeccionista e fazer a primeira rodada de negócios do pequeno produtor de roupas.
  
Por fim, Edilson se mostrou satisfeito ao comentar a sua última passeata, a qual seguiu pelas ruas de Toritama com carros de som sendo utilizados de forma limitada.

Assessoria da Coligação Agora é Toritama
Por Éder Mateus

0 comentários:

Postar um comentário