17 de outubro de 2016

O SORRIDO DE DEUS!

Solidariedade, palavra que necessitamos cada dia mais em um cenário onde o indivíduo é a chave para os caminhos da sociedade e da sobrevivência na dinâmica mercadológica onde tudo deve ser rotulado como produto para que seu valor seja determinado. Mas, ser solidário não tem preço, ter compaixão pelo outro não tem preço, estar com o outro (nunca se colocar no lugar do outro, ele precisa do lugar dele), não tem preço.
Foi o que fizeram os estudantes direção e professores da Erem Luiz Alves da Silva no último dia 11 de outubro de 2016. Em uma ação social que já é praticamente tradição na referia escola, milhares de brinquedos foram entregues em creches, escolas e outros departamentos onde há o acolhimento de crianças em Santa Cruz do Capibaribe, Brejo da Madre de Deus, Jataúba e Caruaru. De acordo com relatos dos estudantes envolvidos no projeto o sorriso das crianças que receberam os presentes, embalados por brincadeiras e com guloseimas adoçando a sua boca nunca sairá das suas cabeças, é um momento em que a Escola transpõe os seus muros e faz valer de maneira efetiva a máxima de que faça ao outro aquilo que se quer que seja feito a você. Parabéns a todos os envolvidos, assim é que também se faz educação integral.

AOS CUIDADORES DO FUTURO!

Tem dias que não podem ser entendidos como qualquer outro dia, um desses é o quinze de outubro. “A origem do dia do professor se deve ao fato de, em uma data de 15 de outubro, o Imperador D. Pedro I ter instituído um decreto que criou o Ensino Elementar no Brasil, em 1827, com a criação das escolas de primeiras letras em todos os vilarejos e cidades do país. Além disso, o decreto estabeleceu a regulamentação dos conteúdos a serem ministrados e as condições trabalhistas dos professores”.
Mas, isso é apenas um apontamento histórico para a origem, precisamos entender a importância da data, na mesma, comemoramos a presença daqueles que se fazem presentes em todas as residências deste país e do mundo, por que o professor está presente mesmo estando ausente, isto é, os seus ensinamentos não ficam enclausurados dentro dos muros da Escola, eles chegam até o modo como as crianças, jovens e idosos se sentam a mesa, como se comunicam com a família, nas diferentes relações sociais e na respeitabilidade ao direito a diferença. Por que professor que é professor faz a diferença e essa diferença está na capacidade de contribuição para a formação de um novo mundo, ancorado na razão, no direito a emoção e a tolerância daquilo que me é estranho. O dia do professor é apenas uma referência para aqueles que saem todos os dias de casa para contribuir com a educação da casa do outro, mas com a grande finalidade de ajudar na manutenção da boa convivência na nossa casa comum chamada planeta terra. Para eles nossos mais elevados parabéns. No mais fica o dito para ser reescrito e ponto final.

0 comentários:

Postar um comentário