17 de abril de 2017

A POLÍTICA COMO ELA É!

NÃO EXISTEM MAIS INOCENTES- As delações dos ladrões da Odebrecht estão em todos os veículos de comunicação do país, sobretudo, da rede Globo de Televisão que usa um tom de “Notícia em Primeira” mão para colocar no ar as fortes declarações. Ocorre que o Caixa 2 ocorre há mais de três décadas, e a Globo e toda imprensa sempre soube disso. O preocupante é que poucos nomes relevantes da política estão escapando de estar no meio da lama que escorrem pelas ruas do país. 
Álibi político- O vereador Ernesto Maia fez uma jogada de Mestre. Saiu das urnas em 2016 como um grande vitorioso, onde poucos acreditavam em sua reeleição, e agora é o presidente do PT, encaminhando seu posicionamento político para 2018 e para 2020. No PT e com o companheiro Carlinhos da COHAB no PTB e com vida própria, Ernesto segue agora fazendo seu caminho. Pode-se dizer que ele fez um bom negócio trocando Carlinhos por Marília Arraes. Com um partido para chamar de seu, Ernesto seguirá a cartilha do PT e terá seu álibi político.
Na linha de frente- A vereadora Jessyca Cavalcanti tem cumprido seu papel como maior defensora do governo de Edson Vieira na Câmara, estando na linha de frente como escudo do governo. Só uma pergunta não quer calar: Até quando ela suportará praticamente sozinha, se uns dois colegas não ajudarem de verdade, na missão? Ela ainda encontra tempo para fazer um mandato com dois ou três projetos parlamentares em ação. 
Fazendo o certo, mas desagradando companheiros- O vereador Capilé tem se destacado na forma com que vem conduzindo seu mandato, batendo em todas as portas para pedir por Santa Cruz. A opinião pública está ao seu lado e sua postura agrada a praticamente a todos, menos alguns membros do seu grupo político. Um vereador taboquinha me confidenciou: “Ele continue desse jeito, que vai dar pra ele. O eleitor taboquinha tá gostando não!”.  Mas em uma entrevista ao cangaceiro Jairo Gomes, o vereador afirmou que não está nem aí, para quem não estiver gostando de sua postura. 
Acorda, Nanau!- Completando 100 dias do seu retorno como vereador, Dr. Nanau precisa dizer pra que foi eleito. Não prestou contas do mandato até agora, é pouco participativo nos debates quando aparece na mídia, é de forma negativa, deixando a imagem de um vereador que nem fede nem cheira. Acorda, Nanau dê um upgrade em seu mandato, pois o mesmo precisa de uma sacudida. 
Operação lava prato- Já que a operação Lava Jato não chegará a Santa Cruz, vamos usar a “Ficção” para fazer nossa “Operação “Lava Prato”. A coluna NÃO ME CONTE, QUE EU CONTO!, contará a partir desta semana, tudo sobre a corrupção política em Santa Cruz. Aguarde! 

0 comentários:

Postar um comentário