10 de abril de 2017

“QUERIA AQUELA SEGURANÇA MILITAR DO GOVERNADOR PERMANENTENTE AQUI”, DIZ MARLOS MELLO.

O vereador santa-cruzense Marlos Mello falou ao blog na manhã desta segunda dia 10, onde criticou a forma com que a segurança descaracterizada do governador Paulo Câmara, atuou no último sábado, quando inibiu os protestos e arrancou faixas que estavam na entrada da cidade.

“Voltamos os tempos da ditadura, quando o povo não podia fazer seus protestos. Foi lamentável a forma como a população não pôde expressar sua opinião e seu sentimento”. Disse Marlos Melo.   

Sobre o aparato policial que acompanhou o governador, o vereador ironizou, “Queria aquela segurança militar do governador permanentemente aqui. Era um verdadeiro batalhão nas esquinas e nas ruas, deixando um clima de segurança. Bastou ele ir embora para que dois homicídios acontecessem na cidade. Então é melhor ele vir toda semana”. Falou.   

Marlos criticou ainda a operação tapa buraco feita de ultima hora.

Sobre a declaração do deputado Diogo Moraes que afirmou que o povo de Santa Cruz tinha orgulho de ter Paulo Câmara como governador, Marlos disparou: “Esta é uma frase que mostra que Diogo Moraes é um deputado mesmo da cozinha do governador. Ele é um deputado caseiro mesmo, que está a cada dia longe de Santa Cruz e não entende o verdadeiro sentimento do povo”. 

0 comentários:

Postar um comentário