26 de maio de 2017

AUDIÊNCIA PÚBLICA APRESENTA ADUTORA DO ALTO CAPIBARIBE PARA SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE E REGIÃO

Santa Cruz do Capibaribe foi sede na manhã desta sexta-feira (26), de uma audiência pública sobre a adutora do Alto Capibaribe, obra que vai trazer água do Rio Paraíba para oito municípios do Agreste pernambucano. É um projeto emergencial que busca solucionar em curto prazo o problema do racionamento de água na região. A reunião aconteceu na plenária da Câmara de Vereadores da cidade.

Na ocasião, foi explanado que as cidade de Santa Cruz do Capibaribe, Toritama, Taquaritinga do Norte, Vertentes, Jataúba, Frei Miguelinho, Santa Maria do Cambucá e Vertente do Lerio irão receber 350 mil metros cúbicos por segundo de água, serão 230 mil pessoas beneficiadas. A obra terá 51 km de extensão, receberá R$ 70 milhões de reais de investimentos, recursos estaduais e federais.

Ao se pronunciar, o prefeito Edson Vieira falou da luta pela vinda da obra para Santa Cruz do Capibaribe. “Uma solução viável e rápida de visa amenizar o sofrimento de água pela população de Santa Cruz do Capibaribe e região. Uma conquista do povo da região, uma obra imensa que certamente vai mudar a vida de muita gente”, disse o prefeito.

“Essa foi uma alternativa para buscarmos água para nossa população, não irá sanar as nossas dificuldades, porém diminuirá a escassez de recursos hídricos. Estamos trabalhando com responsabilidade e de forma planejada para que possamos conquistar benfeitorias e a população possa ter água nas torneiras”, pontuou o deputado estadual Diogo Moraes.

Roberto Tavares, presidente da Compesa, destacou o planejamento e as etapas da obra. “Nos últimos quatros meses estávamos em estudo técnico para uma adutora de engate rápido, conseguimos através das águas do Rio Paraíba. Estamos nos preparando para que no futuro não soframos tanto com a falta d’água, como estamos sofrendo hoje, para nos dar segurança contamos com a flexibilidade operacional que estamos montando, conseguindo água do Alto Capibaribe, Pirangi, futuramente de Serro Azul, Siriji e Adutora do Agreste. O Que queremos é ter alternativas para ofertar água a população”, frisou o presidente.     

Participaram do encontro prefeitos de municípios envolvidos com a obra, vereadores, lideranças políticas e comunitárias da região, técnicos da Compesa, sociedade civil organizada e a população em geral. Antes da audiência o prefeito Edson Vieira e o deputado Diogo Moraes receberam Roberto Tavares para um café da manhã, posteriormente concederam entrevistas em emissoras de rádio da cidade.

0 comentários:

Postar um comentário