24 de julho de 2017

EU, RIFADO?

Estou na sala de imprensa da Câmara de Santa Cruz neste momento (11hs55), onde uma nuvem negra paira, ainda sobre a questão do “Auxilio Alimentação”, e algumas figuras de nossa política se reúnem para tentar uma saída para a polêmica que se agravou com a entrada na Justiça por parte de um advogado, que quer a diminuição do salário para 6 mil mensais.

De sexta dia 21 para cá, tive a oportunidade de conversar com uns 5 vereadores sobre o tema, onde eles reconhecem a gravidade da situação, acreditando que o advogado conseguirá sair vencedor no seu intento.

Porém, o que pude verificar é que por ter sido eu, o jornalista que conseguiu o furo e publiquei em primeira mão, alguns me escolheram para a crucificação.

Retaliações estão acontecendo, e segundo um companheiro de imprensa, estou sendo rifado.

O que tenho a dizer, é que eu não sou o lado fraco da corda, estou longe de ser Cristo, muito menos de ser escolhido como o causador de toda esta celeuma.

Quem deu seu nó, que desate!

Está faltando uma banda da lua, e não fui eu que carreguei!

Quem carregou que dê conta!

0 comentários:

Postar um comentário