8 de novembro de 2017

“DEMOCRACIA” QUE LEVA A SAUDADE DO “PASSADO”

Já dizia o poeta Jessie Quirino: Vou me embora pro passado. De fato, nos últimos tempos tenho ouvido muito esse tipo de argumento de pessoas de mais idade. Pessoas que na sua grande maioria, vivenciaram os horrores da dita “Ditadura Militar no Brasil”. Tempos de sofrimento e perseguição, mas porque que essas pessoas falam de forma tão saudosas de um tempo tão obscuro de nossa história?

Será que os livros estão contando a verdade? Será que tudo que nós, a famosa geração anos 90, leu e ouviu, eram mentiras?

Claro que não. De fato houve perseguição, tortura e mortes.

Mas quem era perseguido? Quem era torturado? E principalmente, como pode pessoas de bem, senhoras e senhores da nossa sociedade sentir falta desse tempo?

Será que pelo simples fato de que eram pessoas de bem? Pessoas que somavam com a sociedade? Será que é apenas porque eles tinham direitos respeitados? Não sei...

Só sei que quem de fato saiu às ruas pedindo o fim dessa ditadura, hoje sentem vergonha. Pois a tal “Democracia” vem acabando com tudo que o cidadão de bem tinha.

Este meu ponto de vista, diz respeito ao sentimento das pessoas que viveram uma época em que até hoje se sente saudade.

Gautier Gomes

2 comentários:

  1. Meu amigo. Distante mais sempre será meu amigo. Sempre trazendo ótimos assuntos super top

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o texto... Pessoas do bem tem saudades dos tempos bons... Como o texto falou... Só quem diz que aquele tempo era perverso... É quem fez e faz perversidade com a população de hoje.

    ResponderExcluir