9 de novembro de 2017

MARLOS DA COHAB FALA DO SEU MANDATO E ACUSA O PREFEITO DE ESCONDER INFORMAÇÕES IMPORTANTES DA SOCIEDADE

Em conversa com este blogueiro, o vereador Marlos da Cohab afirmou que tem como meta ser útil à sociedade, apresentando Projetos de Lei que realmente façam a diferença na vida das pessoas.

Ele também acusou o prefeito de esconder informações importantes da sociedade, desrespeitando a Câmara de Vereadores e não cumprindo, a todo instante, o que estabelece a Lei Orgânica do Município.

Sobre seus projetos, Marlos disse:

“Dentre eles, eu destaco o de nº 072/2017, batizado com o nome “Ver para Aprender”, que, aprovado por unanimidade, originou a Lei Municipal Nº 2.712/2017, autorizando o Executivo Municipal a promover a realização de exames oftalmológicos e doação de óculos aos alunos das Escolas da Rede Pública Municipal, com ênfase nos das séries iniciais do ensino fundamental, cuja família se encontre em Situação de Risco, Classificada como Baixa Renda ou Cadastrada no Bolsa Família.”

Marlos ainda lembrou que o trabalho do vereador não é só criar leis, é, também, fiscalizar o Executivo Municipal, como são aplicados os recursos, como são prestados os serviços para a comunidade, entre outros.

“Muitos foram os Requerimentos apresentados e aprovados por unanimidade, mas infelizmente de poucos ou quase nenhum recebemos resposta. Por exemplo:

1-      Até hoje não sabemos se houve ou não o repasse para as entidades, do dinheiro arrecadado com o Baile Municipal 2017, conforme prometido;

2-      Quanto o município gastou com o São João de 2016 e 2017;

3-      Informações sobre contratos com fornecimento de Água Mineral;

4-      Quantos são os contratos de aluguel e quanto custa para o município;

Marlos da Cohab lembrou da responsabilidade com seus eleitores e também com a sociedade santacruzense, que o colocou na Câmara de Vereadores.  

“A coisa pública precisa ser encarada com seriedade e o mandato exige do vereador que ele fiscalize o Prefeito e sua equipe, por isto, pretendo levar até o fim, até a última instância, judicial se for preciso, para obter estas informações, que deveriam ser fornecidas num prazo de 30 (trinta) dias, conforme obriga a Lei Orgânica do Município”.

O vereador Marlos da Cohab, com 1.170 votos, foi o 12º mais votado nas eleições do ano passado, que elegeu 17 vereadores, para o mandato 2017/2020.

0 comentários:

Postar um comentário