5 de dezembro de 2017

DIOGO MORAES DISCUTE CRIAÇÃO DO 1º FESTIVAL CAFÉ CULTURAL PARA TAQUARITINGA DO NORTE

Representando o município de Taquaritinga do Norte, no Agreste, o diretor municipal de Cultura, Léo Lima, e o produtor cultural Flávio Eduardo visitaram, na manhã desta quarta-feira (04), o deputado estadual Diogo Moraes (PSB) para discutir a viabilidade de um projeto inovador para a cidade. Com o objetivo de resgatar as festividades de inverno do local e impulsionar o cultivo e a venda do café, representantes da Associação dos Produtores Orgânicos de Taquaritinga do Norte (APROTAQ) apresentaram uma proposta para criação do 1º Festival Café Cultural. 

A ideia é realizar a atividade entre 24 e 27 de maio de 2018. O evento, com proposta para a inclusão de 15 polos, além de promover uma agenda cultural na cidade, conforme era feito na Festa das Dálias, irá estimular o desenvolvimento econômico de Taquaritinga do Norte com base na produção de café. A Associação pleiteia o apoio do Governo do Estado, através da articulação do deputado estadual Diogo Moraes. “Precisamos do apoio financeiro da Ad Diper. Queremos alinhar a formalização dos quatro ou cinco produtores para serem representantes para a comercialização do produto. O festival vai evidenciar o café, mas ressaltando a questão econômica”, afirmou Léo Lima. 

Taquaritinga do Norte é a principal cidade produtora de café orgânico em Pernambuco. No último mês de outubro, a cidade recebeu o primeiro seminário Café & Cultura, que discutiu alternativas para a reestruturação do cultivo do grão no Estado. 

Ao receber a proposta, o deputado estadual Diogo Moraes, que foi convidado para apadrinhar o festival, destacou a importância de fortalecer o cultivo do café do município e elogiou a iniciativa apresentada.  “Vamos buscar juntos o apoio de órgãos e instituições parceiras necessários para tornar esse evento realidade. Por meio desta iniciativa, será possível ainda fomentar a produção do Café de Taquaritinga do Norte, ajudando a desenvolver e ampliar as suas potencialidades”, afirmou.

0 comentários:

Postar um comentário