27 de dezembro de 2017

JUNIOR GOMES SE POSICIONA

“ABRAÇAR ARMANDO MONTEIRO EM DETRIMENTO DE TANTA COISA QUE O GOVERNADOR PAULO CÂMARA FEZ AQUI, AÍ SINCERAMENTE ALGUÉM FALAR EM GRATIDÃO, É COMPLICADO”

Prestando contas do seu ano parlamentar ao programa Marcondes Moreno, no inicio da tarde desta quarta-feira 27, o vereador Junior Gomes falou também sobre a política interna do grupo de situação, mais precisamente sobre o distanciamento entre o prefeito Edson Vieira e o deputado Diogo Moraes.

Em relação ao seu alinhamento politico para 2018, o vereador destacou, que “Cada um sabe o que faz, eu só digo o seguinte: de forma objetiva porque eu não gosto de arrodeios. Onde a gente estava, a gente tá. Estamos com Edson, com Diogo e estamos com Paulo Câmara”.

Sobre se a união entre Edson e Diogo, segue até a eleição, Junior Gomes, respondeu: “Ah, não sei... Se depender de mim, Edson vota em Paulo Câmara. Se Edson for candidato a federal, é meu candidato”.

Mas no apagar das luzes da entrevista, o vereador Junior Gomes, foi direto ao ponto: “Uma coisa a gente precisa dizer: Eu acho uma injustiça muito grande, um governador que está fazendo tanto por Santa Cruz, reconhecido por outras cidades da região, pelo que tanto investiu em Santa Cruz, e você de repente, ir a um evento e abraçar Armando Monteiro, que é o camarada que representa o grupo adversário aqui em Santa Cruz. Abraçar Armando Monteiro em detrimento de tanta coisa que o governador Paulo Câmara fez aqui, aí sinceramente alguém falar em gratidão, é complicado”.


Junior Gomes se referia a ida do prefeito Edson Vieira e sua comitiva ao lançamento do projeto da oposição em Pernambuco.

0 comentários:

Postar um comentário