29 de janeiro de 2018

A POLÍTICA COMO ELA É: FERNANDO ARAGÃO DEPENDE DA CANDIDATURA DE MARÍLIA ARRAES AO GOVERNO

SE MARÍLIA ARRAES FOR CANDIDATA AO GOVERNO PELO PT, FERNANDO ARAGÃO SERÁ CANDIDATO A FEDERAL!

Foi convidado para viajar a Serra Talhada na comitiva do vereador Ernesto Maia para lá, ver de perto a realidade da futura candidatura de Marília Arraes ao governo de Pernambuco, e na comitiva estava Fernando Aragão, onde puder ver de perto suas reações.

O QUE VI E OUVI- Decidi não entrevistar Fernando Aragão, apenas ouvir e sentir seu sentimento em relação à pré-candidatura a federal. Não tocamos no assunto referido, mas vi que Fernando quer sentir até onde vai à pré-candidatura de Marilia. Voltei com a convicção de que, se Marília Arraes for mesma indicada pelo PT ao governo, Fernando irá para o PT e sairá candidato a federal.
VEM DIVISÃO PELA FRENTE- Ele sabe que para chegar vivo politicamente até 2020, onde sairá de todo jeito candidato a prefeito, ele terá que atravessar 2018, sendo testado nas urnas novamente. Mas a eleição deste ano será imprevisível e disputar voto a voto com o federal de Zé Augusto em Santa Cruz do Capibaribe, irá gerar uma divisão no grupo.

SEUS APOIOS- Para se fortalecer em 2018 e começar a caminhada até 2020, Fernando conta com apoios de nomes como: Galego de Mourinha, Marlos da COHAB, Deomedes Brito e Ernesto Maia, podendo nesta conjuntura, agregar mais dois vereadores.   
NEM QUE ELE NÃO QUEIRA- Outra convicção de Fernando Aragão: Pedirá voto e fará campanha para Zé Augusto estadual, “Mesmo que ele não queira”. Ele encara este apoio como um compromisso assumido, e o fará independentemente da contrapartida política. 

ONDE MORA O PERIGO- Medir força política contra Zé Augusto é uma faca de dois gumes. Fernando Aragão não iria encarar Ricardo Teobaldo na disputa, mas o próprio Zé Augusto Maia, que é o melhor político da cidade na hora de ir para o cara a cara com os eleitores em uma eleição.

0 comentários:

Postar um comentário