26 de janeiro de 2018

NÃO ESCONDE A INSATISFAÇÃO COM O GRUPO TABOQUINHA

“O QUE ME INCOMODA É PORQUE NÓS TÍNHAMOS O COITADO PAI, E AGORA NÓS TEMOS O COITADO FILHO”

Em entrevista ao programa Marcondes Moreno, pela Santa Cruz FM, o jovem político Cleiton Barbosa, candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada por Fernando Aragão em 2016, não escondeu sua insatisfação com o grupo de oposição e comparou partido a uma casa que está com sua construção comprometida, “O eleitor tem que entender se vale a pena fazer um reforma na casa, ou se realmente tem que derrubar a casa e reconstruir novamente”, afirmou Cleiton Barbosa.

Cleiton Barbosa voltou a fazer duras críticas ao líder do grupo, o ex-deputado federal José Augusto Maia e ao seu filho Talys Maia, "Se Tallys era o nome que agregava, ele deveria ter agregado em 2016. O que me incomoda é porque nós tínhamos o coitado pai, e agora nós temos o coitado filho. Não preciso está me rebaixando, nem fazendo conchavos com seu ninguém, agora essa política do coitadinho, se for para fazer, eu também tenho discurso de coitado”. Avisou.  

Bem a vontade no programa, Cleiton deixou claro que só não saiu do grupo ainda, devido sua lealdade com Fernando Aragão.

“Não tem mais como unir. Acho que é o momento de reconstruir”. Chegou a afirmar.

0 comentários:

Postar um comentário