20 de janeiro de 2018

O DILEMA POLÍTICO DE HILÁRIO PAULO

Com uma bela trajetória política como vereador por Brejo da Madre de Deus, Hilário Paulo chegou em 2016 ao seu grande sonho: Ser prefeito da cidade. Uma oportunidade talvez única. Era um filho de São Domingos que vencia a tradição brejense e chegava ao poder.

Esperanças e expectativas marcaram o pós-campanha. Como seria a administração Hilário Paulo? Era esta a grande pergunta.

Pode-se dizer que Hilário Paulo perdeu seu primeiro ano a frente dos destinos de Brejo da Madre de Deus, onde vários exemplos poderiam ser citados para justificar sua fraca administração até agora, sobretudo, no âmbito financeiro do municipio.

Obviamente, o prefeito tem ainda três anos para dar a volta por cima, mas existe um dilema em seu caminho e que o faz perder o sono: Ele é réfem político do ex-prefeito e atual secretário de saúde da cidade, seu “Padrinho” político Dr. Edson Souza.

Os problemas da administração anterior (Dr. Edson Souza), estão estourando no colo do baixinho. Homem simples e do povo, o prefeito está sem conseguir limpar a sujeira do seu antecessor e talvez sucessor.

É como se Hilário Paulo estive esquentando a cadeira para Dr. Edson ou para o candidato da oposiçaõ em 2020. Para se ter uma ideia da situação política do prefeito, ele não pode definir ainda seus candidatos para a eleição de 2018, mais precisamente no quesito deputado estadual.

Se fica com Alessandra Vieira (Pré-candidata de Edson Vieira) estará indo de encontro a Dr. Edson (Que está com Waldemar Borges, ninguém sabe até quando).

Só uma saída está a sua frente: Verdadeiramente assumir o comando da cidade,, e na prática, exercer o papel para que foi eleito.

0 comentários:

Postar um comentário