OS DESTAQUES DA REUNIÃO DA CÂMARA

Eles foram os destaques da reunião desta quinta feira, 30, onde com seus discursos mostram o nível da qualidade do Legislativo Municipal.


DESTAQUE POSITIVO
ERNESTO MAIA- Voltou a denunciar o governo municipal, e novamente deixou de lado a velha ironia, tratando o assunto com seriedade. Mostrou que apesar de ter saído das urnas derrota recentemente, é o líder do grupo dos Sete vereadores de oposição. Conseguiu a nota maior da noite: 08.

DESTAQUES NEGATIVOS
NARAH LEANDRO- A vereadora se limitou a falar do projeto “Louva Santa Cruz”, que é um projeto interessante, mas demonstrou ainda a necessidade de se readaptar aos assuntos mais políticos e administrativos de Santa Cruz, já que há meses está envolvida nos assuntos estaduais. Nota: 05.

 
JUNIOR GOMES- O presidente da Casa usou mais uma vez da ironia para ignorar a denúncia feita pelo vereador Vânio Vieira, preferindo desrespeitar o colega sugerindo tratamento psicológico ao mesmo. A denúncia merecia uma resposta já que todos os vereadores estavam na reunião onde o presidente havia sugerido a devolução do dinheiro para a comemoração da confraternização de fim de ano da Câmara em 2013. Nota: 05.
 

A nota dos vereadores: média 5,93% pontos


Ontem os dezesseis vereadores presentes a reunião, já que o vereador Carlinhos da COHAB não compareceu, chegaram  a média de 5.93 pontos, um abaixa da média da ultima reunião. Foi uma reunião sem ataques pessoais e discursos vazios.
Esta iniciativa tem a finalidade de ajudar o Legislativo Municipal a melhor sua qualidade, onde cada vereador deve fazer sua alta análise, deixando de lado as discussões pessoas que muitas vezes acontecem e que impede o crescimento da politica local.


ERNESTO MAIA

Ernesto Maia volta a fazer denúncias
NOTA DO VEREADOR: 08
O vereador Ernesto Maia iniciou falando sobre o pronunciamento de Luciano Bezerra sobre a questão do Imposto sobre Fronteiras, disse que fez na época que era sindico do Moda Center solicitou as informações, e que na época, obteve como resposta da secretaria da Fazenda, que a mesma só vai pagar a Santa Cruz quando os comerciantes tirarem suas notas fiscais. Depois falou sobre o aumento da iluminação pública, e citou a luta de Eduardo da Fonte para baixar a taxa. Falou sobre uma de denuncia de uma empresa que vendeu merenda escolar a prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe e que está sendo investigada pela Policia Federal. Disse ainda que uma nova firma que vende merenda a prefeitura também está sendo investigada pela Policia Federal. Disse que o esquema de corrupção está sendo divulgado em alguns blogs do Estado. A empresa citada pelo vereador “Casa de Farinha Ltda.”, tem contrato com a prefeitura de Santa Cruz no valor de 4 milhões e 853 mil.

JUNIOR GOMES


Junior Gomes diz que Vânio precisa de tratamento psicológico
NOTA DO VEREADOR: 05
O vereador Junior Gomes inicialmente fez sua defesa da acusação de Vânio Vieira, dizendo que o mesmo tem problema mental pelas colocações que faz. Depois não tocou mais no assunto, e tratou de falar sobre outros assuntos e projetos de sua autoria, como a Praça dos Paraibanos, entre outros. Lembrou do projeto da prefeitura sobre na questão da taxa de iluminação pública. Criticou o vereador Ernesto Maia que afirmou que os vereadores de situação aprovaram o aumento da taxa de iluminação pública. Explicou tecnicamente como funcionam os reajustes. Reforçou a questão da insegurança em Santa Cruz e que solicitou uma audiência com a secretaria de Defesa Social para tratar da questão Acabou não respondendo as acusações.

VANIO VIEIRA

 
Vanio fez novas denúncias contra Junior Gomes


O vereador Vânio Vieira que é representante do bairro da Palestina falou sobre o evento esportivo que irá acontecer na localidade. Lembrou que o presidente Junior Gomes havia feito uma denuncia na semana passada, e deixou claro que tudo que faz é com transparência e reafirmou que existem as reuniões secretas na casa. Contou que houve no ano passado, uma reunião sobre o pagamento do 13º, e que uma festa de confraternização em 2013 e que cada vereador doou 300 reais para a festa, mas que não condição de que fosse feito um pagamento de uma diária que seria devolvida para pagamento da festa. Provocou Dida de Nan a confirmar, e disse que o que aconteceu foi uma corrupção e uma prática de enganar o povo. Disse não acreditar na transparência da casa pela prática usada na casa.  
 
NOTA DO VEREADOR: 06      


DIDA DE NAN

Dida de Nan prestou contas do mandato, destacando a zona rural
NOTA DO VEREADOR: 06
Começou externando sentimento de pesar a duas famílias de Poço Fundo. Registrou a presença de imprensa e artistas na reunião. Falou sobre o inicio do seu mandato e disse que na época entrou com requerimento para melhorias nas estradas da zona rural da cidade a situação está bem melhor. Falou sobre a preocupação dos vereadores e relatou seus requerimentos voltados para a melhoria das questões da zona rural, citando os pedidos e as soluções. Na verdade, fez uma prestação de contas do seu novo mandato destacando a melhoria nas estradas da zona rural. Citou os poços artesianos como saída para a seca em alguns sítios. Lembrou também do trabalho do subprefeito de Poço Fundo, e de suas ações com recursos próprios na Vila.Também falou sobre suas atuações na cidade.   

PIPOCA

 
Pipoca sugeriu a volta da Comissão Permanente de acompanhamento da seca na cidade
NOTA DO VEREADOR: 07

O vereador falou sobre o debate sobre a seca e lembrou que fazem dois anos o assunto vem sendo discutido na casa, e que a preocupação é de todos, mas que os vereadores decidiram ano passado a criação de uma comissão permanente, e pediu que a comissão deve voltar. Disse ainda que fará uma requerimento para que a prefeitura deve fazer também uma comissão permanente. Disse ainda que falta informação sobre as soluções, e que falta maiores diagnósticos em relação a abastecimento. Foi sincero ao afirmar que quando se chove o assunto é esquecido, e que será necessário a volta da Comissão em caráter de urgência, para que se possa ter um planejamento.
Parabenizou Valtenci pela Casa da Juventude e suas ações.

GALEGO DE MOURINHA

 
Galego falou sobre necessidade mais arrecadação para a prefeitura

NOTA DO VEREADOR: 06
O vereador destacou a conversa com o colega Luciano Bezerra sobre a informação da secretaria da Fazenda para melhorar a arrecadação do município no Imposto de Fronteira. Disse que esta é uma forma de colaborar com a cidade, e que fazer oposição também passa por apontar soluções. Cobrou também a ampliação do cemitério da Vila do Pará e que além da reforma se precisa de uma atenção maior por parte da administração. Criticou a qualidade do ônibus que leva os doentes para Recife, afirmando que as condições são péssimas. Disse ainda que os ônibus precisam de uma vistoria com urgência. Falou sobre os problemas da falta de água no bairro de Oscarzão e que a prefeitura deve agir também neste caso. Lembrou a cobrança de Helinho na questão da paralização das obras da Adutora do Agreste e se mostrou preocupado com a questão. Destacou os açudes que abastecem a cidade.

ZÉ ELIAS


Zé Elias cobrou ação da Secretaria de Saúde Municipal na questão da dengue

NOTA DO VEREADOR: 06
Zé Elias iniciou sua fala cumprimentando os presentes com destaque para as pessoas da imprensa. Agradeceu aos que elegeram Dilma no segundo turno e leu uma nota publicada pela secretaria de saúde do estado, mostrando que Santa Cruz está entre os maios incidência de dengue no estado. Cobrou da secretaria de saúde da cidade que tome as providencias. Falou também sobre a questão da seca, e que desde o tempo em que era vice-prefeito de Ernando que o açude das Porteiras é uma necessidade para a cidade. Falou sobre seus requerimentos e cobrou que eles sejam cumpridos. Disse que se todos quiserem votar nele, será o candidato a presidente da casa.

RONALDO PACAS

Ronaldo Paca destacou continuidade da duplicação da PE-160
 
NOTA DO VEREADOR: 07
O vereador iniciou sua fala saudando os blogs presentes na reunião, e disse ter colocado um voto de aplausos para o instrutor de banda Marcial Rimário Clismério. Falou sobre a adutora do Agreste para a região e parabenizou Deomedes Brito pela  vitória de Dilma em Santa Cruz, e que os palanques sejam desmontados agora. Disse que através do presidente do PT poderiam cobrar a finalização de obras na cidade, e outras importantes como a duplicação da BR-104. Aproveitou para informar que a duplicação da PE-160 que não parou após a eleição, e que para o final do ano, se busque uma preparação da PE para as feiras de fim de ano. Falou também sobre o açude da Manhosa, e que será necessário unir forças para as obras se realizarem. Denunciou que caminhões estão retirando agua do açude para se vender, e que era preciso levantar esta questão importante para a preservação do açude.Apelou pela questão da violência na cidade, sobretudo, no bairro Oscarzão e que irá ao Comando da PM tratar do assunto.

HELINHO ARAGÃO

Helinho voltou a falar da necessidade do Distrito Industrial para a cidade
 
NOTA DO VEREADOR: 06
Helinho Aragão votou a falar sobre a volta do assunto da importância da instalação do Distrito Industrial na cidade. Falou sobre a Adutora do Agreste na buscar por saídas para a seca e que a paralização da obra acabe logo e que o novo Distrito Industrial venha ser beneficiado com a obra grandiosa. Falou também de um convite para todos conhecerem o ponto turístico do Alto da Palestina.

LUCIANO BEZERRA

 
Luciano cobrou resposta da Secretaria da Fazenda sobre o Imposto de Fronteira
 
NOTA DO VEREADOR: 07


O vereador inicialmente parabenizou a UESCC pelos 25 anos na cidade. Mas acabou entrando em seu assunto principal, onde esta semana conversando com o vereador Galego de Mourinha, tratou do repasse que o município recebe da União. Falou especificamente do recurso que vem para a cidade é de 1mi 100 mil reais de ICMS. É que faz-se necessários se verificar se Santa Cruz está recebendo o que é dele, no imposto de fronteiras. Disse que ele e outros vereadores enviaram requerimento a Secretaria da Fazenda sobre este repasse, e que no seu entendimento não está sendo o devido. Falou que administrar a cidade é complicado e que se faz necessário jogo de cintura, e que esta resposta da Secretaria da Fazenda, pode trazer benefícios para a cidade. No final falou também do Louva Santa Cruz.

 





ZÉ MINHOCA

 
Zé Minhoca elogiou o aumento do preço da multa para os motoristas irresponsáveis
 
NOTA DO VEREADOR: 06
O vereador iniciou seu discurso abordando o assunto que diz respeito a secretaria de Industria e Comércio, falando da complicada missão da arrumação do  Calçadão, nominando os que estão cuidando da questão: Bruno Bezerra, Sérgio Colino e Pablo Ricardo. Elogiou o comportamento da equipe. Depos falou sobre os quase 45 mil proprietários de automóveis da cidade. Falou dos novos valores que serão aplicadas as multas a partir do dia 1º de novembro. Disse concordar com os novos valores que chegarão com aumento, e chamou os motoristas causadores de acidentes de criminosos, e citou que como Policial Rodoviário Federal vê as barbaridades no trânsito. Apelou para os motoristas da cidade, que pensem em sua família na hora de dirigir.

FERNANDO ARAGÃO

Fernando cobrou transparência na obra de praças  no centro da cidade
NOTA DO VEREADOR: 07
Fernando Aragão começou se reportando as praças que estão sendo construídas na antiga Rua do Patio. Disse que queria ver a questão da licitação sobre a obra. Disse que viu a máquina do PAC sendo utilizada, mas que está preocupado com a questão da licitação, e que se esta parte da utilização da máquina não seria parte da empresa contratada. Criticou a falta de cobranças do presidente da casa sobre cópias de licitações para deixar os vereadores esclarecidos sobre cada obra. Disse querer saber se os funcionários que lá trabalham têm carteiras assinadas pela empresa vencedora. Ironizou a falta de transparência do governo municipal. Depois agradeceu a população pela vitória de Dilma em Santa Cruz, e destacou a limpeza das ruas no dia da eleição no segundo turno. Falou também sobre a diferença entre esta eleição e as eleições proporcionais, onde o dinheiro e gasto aos rodos. Nominou os que participaram da campanha de Dilma.  Deu destaque especial ao militante Flávio Balbino.

ZEZIN BUXIN

Zezin destacou o problema da falta de água
 
NOTA DO VEREADOR: 07
O vereador pegou um gancho no discurso de Deomedes Brito e citou sua passagem por São Paulo na questão discriminação. Falou especificamente e lamentou sobre o problema da seca no Estado de São Paulo. Falou que teme a questão da escassez de água, e mostrou sua preocupação com as saídas para o problema da seca. Disse que os governantes estão buscando a mesma saída, e esquecendo-se de construir mais açudes para armazenamento de água. Falou em união entre os políticos para reivindicar mais reservatórios e que esta questão deveria ser prioridade, deixando as questões partidárias de lado. Foi aparteado pelo vereador Afrânio Marques que reforçou seu discurso, acrescentando a tecnologia para amenizar o problema da seca.  Foi aparteado também pelo vereador Deomedes Brito, numa amostra que acertou na escolha do tem para debater na tribuna.  Como já é de costume fez um versinho sobre o tema.    

NARAH LEANDRO

 
Vereadora falou do projeto Louva Santa Cruz 
 
NOTA DA VEREADORA: 05
A vereadora começou falando dos seus projetos, destacando o “Louva Santa Cruz”, e disse que é muito comum os homens esquecerem-se de agradecer a Deus. Disse que o projeto é uma celebração de agradecimento a Deus, sem mistura politica e sem cor partidária. Disse que sua missão na casa é não deixar seus projetos no papel. Depois falou de mais um projeto para as mulheres trazendo bem estar e qualidade de vida, sobretudo, para lutar contra a depressão. Informou que esteve conversando com  o prefeito para expandir seus projeto pelos bairros. Voltou a agradecer ao povo por seu mandato.

DEOMEDES BRITO

 
Criticou o tratamento que os nordestinos estão tendo nas redes sociais
NOTA DO VEREADOR: 06
O vereado petista iniciou sua fala agradecendo a população pela votação da presidente Dilma, especificamente o resultado das eleições na cidade. Citou nomes das pessoas que participaram da campanha da petista. Criticou a elite paulista que discriminam nordestinos, e citou um caso quando morou em São Paulo, quando discutiu com um descente de espanhol. Lembrou quando conquistou sua primeira bicicleta que coincidentemente era vermelha. Voltou a falar na elite paulista e disse que todos tem que respeitar os nordestinos. Repudiou as criticas nas redes sociais. Falou também sobre o calçadão, sobre os atrasos do repasse da prefeitura a Banda Novo Século e afirmou que uma empresa que colocou som no São João ainda não recebeu seu cachê. Disse que se um dia chegasse a ser prefeito, daria um tratamento digno ao açude da Manhosa. Citou que nenhum prefeito ainda não vez uma área de lazer no local.   

AFRÂNIO MARQUES

 
Destacou os 25 anos da UESCC
NOTA DO VEREADOR: 06
O vereador começou destacando os 25 anos da UESCC- União dos Estudantes de Santa Cruz do Capibaribe- Entidade que foi o primeiro presidente. Falou das conquistas e lutas estudantis e dos seus 30 anos de militância politica. Relatou as conquistas e participação da entidade nas decisões da cidade, como sugestões de uma emenda popular para a Lei Orgânica. A entidade aniversariou no dia 28 deste mês. “Várias gerações foram beneficiadas pelas ações da UESCC, e temos hoje em torno de 38 mil carteiras de estudantes, desde a fundação da entidade”. Destacou os embates vividos em prol dos estudantes de Santa Cruz.

Uma novela que promete!


ELEIÇÃO DA CÂMARA: Uma novela que está apenas no começo!
A politica em Santa Cruz do Capibaribe é mesmo um prato cheio, e quando uma novela se acaba, outra começa imediatamente. E assim, a mídia local trata logo de mastigar cada capitulo. Agora já está nos primeiros capítulos a Novela “Eleição da Câmara”, e vários personagens protagonizam a trama que terá fim surpreendente, com direito a casamento ou separação no final.  
 
 
Esqueceram mim I- O grupo dos Sete vereadores se reuniu e decidiu o que fazer na questão da eleição da Câmara, mas se esqueceram de um pequeno detalhe: Zé Augusto Maia não poderia deixar de ser consultado. Ou não? O resultado das urnas mostra que o deputado federal é o líder dos chamados taboquinhas, embora esteja muito claro que os vereadores dão sinais que não seguirão seus passos. Fico a imaginar se Ernesto Maia tivesse obtido sucesso nas urnas e Bivar tivesse um estouro de votos... Eles iriam enterrar Zé Augusto vivo.
Esqueceram de mim II- O deputado federal paga caro por não ter um representante na Câmara que possa chamar de seu. Talvez seja por isso que investirá pesados nos novos nomes, e entre eles, o primogênito Tallys Maia. Zé irá buscar a renovação lançando muitos jovens na politica e para isso tem o aval de Armando Monteiro.
 
Qual será a estratégia?- O prefeito Edson Vieira tem apenas assistido o inicio da novela da “Eleição da Câmara”, e não está satisfeito com o que está vendo. Alguns vereadores parecem esquecer que a opinião do líder da situação tem um peso decisivo. Ele não pode perder a presidência, mas não irá ceder as pressões internas. Como tem tempo, mantém o silêncio e deixa os primeiros capítulos acontecerem. Mas será que ele está certo?
 
Ronaldo x Ernesto- Apesar de negar que vem conversando com Ernesto Maia, o vereador Ronaldo Paca anda sim, de papo com o líder dos Sete. Segundo o radialista Hildo Teixeira, pelo menos três vezes por dia os dois se falam sobre o assunto “eleição da Câmara”.
 
Carta na manga ou no bolso?- As informações dão conta de que o vereador Vânio Vieira não abrirá mão de ver o novo presidente da Câmara fora do controle do prefeito. Sua carta estaria no bolso e não na manga. O vereador parece entender que é personagem importante nesta novela, e ficar quieto assistindo tudo, não traz força nenhuma para sua postura politica.
 
Em que oposição Vânio irá se encaixar? – Hoje a oposição em Santa Cruz é dividida em três pequenos grupos: o grupo dos Sete, o grupo de Zé & Toinho e o grupo de Dimas Dantas. Vânio terá que se encaixar em um deles, o que será determinante para 2016.

Curta Tuquary divulga homenageados de sua sétima edição‏

Em sua 7ª edição o Curta Taquary – Festival Internacional de Curta-metragem, homenageará o cineasta pernambucano Marcelo Gomes e a atriz paraibana Marcélia Cartaxo, durante a programação do evento que acontecerá entre os dias 17 a 28 de novembro, em Taquaritinga do Norte.
Segundo o coordenador geral do festival, Alexandre Soares, a escolha representa um reconhecimento ao excelente momento do audiovisual no Estado e no Nordeste. “A escolha do Marcelo Gomes e da Marcélia Cartaxo para as homenagens do festival representa esse reconhecimento que o nosso cinema tem feito no mundo afora, o talento de ambos é inegável e já foi reconhecido em diversos festivais”, destacou. Os homenageados já confirmaram presença no evento, quando receberão o Troféu do Curta Taquary.
Reconhecida pela atuação em diversos papéis no cinema, na TV e no Teatro, Marcélia Cartaxo iniciou sua carreira no cinema com o filme A Hora da Estrela (1985), quando ganhou diversos prêmios, entre eles Urso de Prata do Festival de Cinema em Berlim. Recentemente, atuou no longa de Camilo Cavalcante, A História da Eternidade (2014), premiado no 6°  Festival de Paulínia e no 21° Festival de Cinema de Vitória.
Já o cineasta Marcelo Gomes é reconhecido pela produção audiovisual efervescente, tendo produzido importantes obras da filmografia pernambucana como Cinema, Aspirinas e Urubus (2005), que teve sua estréia no Festival de Cannes, Viajo porque preciso, volto porque te amo (2009) e Era uma vez eu, Verônica (2012). Seu longa mais recente é O Homem das Multidões (2012), uma coprodução entre Pernambuco e Minas Gerais.      
MARCÉLIA CARTAXO
Atriz e diretora, natural de Cajazeiras na Paraíba, Marcélia Cartaxo já atuou em mais de 15 filmes e diversas produções para TV. Sua primeira atuação para o cinema foi no filme A Hora da Estrela (1985), de Suzana Amaral, que lhe rendeu o Urso de Prata do Festival de Cinema de Berlim em 1986, tornando-se assim, a primeira brasileira a receber o prêmio. Outros importantes trabalhos da atriz no cinema brasileiro foi nos filmes Madame Satã (2002), O Céu de Suely (2006)  Baixio das Bestas (2007), entre outros. Em 2003 estreou como diretora no curta-metragem Tempo de Ira. Recentemente atuou no longa premiado A História da Eternidade (2014), do pernambucano Camilo Cavalcante. Atualmente, além de atuar e dirigir, Marcélia vem desenvolvendo pesquisas voltadas para o campo da atuação no cinema, através da realização de oficinas voltadas para a iniciação de atores no universo cinematográfico.
MARCELO GOMES
Nasceu em Recife, Pernambuco. Seu contato com o cinema começou através de um cineclube criado por ele em sua cidade natal. Em seguida formou-se em Cinema na Universidade de Bristol, Inglaterra e dirigiu uma série de premiados curtas-metragens entre eles Maracatus (1995) e Clandestina Felicidade (1998). Seu primeiro longa, Cinema, Aspirinas e Urubus (2005), estreou em Cannes em 2005, Un Certain Regard, e ganhou o prêmio do Ministério da Educação da França. O filme recebeu mais de outros 50 prêmios pelo mundo.  Em 2009 apresentou no Festival de Veneza Viajo porque preciso, volto porque te amo (2009), em co-direçåo com Karim Ainouz.  Seu filme Era uma vez eu, Verônica (2012) estreou no Festival Internacional de Cinema de Toronto em 2012 e conquistou prêmios em festivais em Brasília, San Sebastian, Habana, Amazonas e Guadalajara, entre outros. Marcelo Gomes foi também co-roteirista de outros filmes recentes: Madame Satã (2002) de Karim Ainouz, que estreou na seção Un Certain Regard no Festival de Cannes em 2002, Casa de Alice de Chico Teixeira (2007) e Deserto Feliz (2007) de Paulo Caldas. Os dois últimos foram apresentadas na seção Panorama da Berlinale em 2007. Seu filme mais recente, O Homem das Multidões (2013), é uma coprodução PE/MG venceu o grande prêmio do  26º Festival de Cinema Latino-Americano de Toulouse, na França.
 CURTA TAQUARY
O Curta Taquary- Festival Internacional de Curta Metragem chega, neste ano, à sua sétima edição com o lema cinema para todos. O festival que, nas últimas edições acontecia no centro da cidade, aumentou os dias de execução para abraçar todos os municípios da região.
 O festival exibirá 223 filmes divididos em 31 mostras com uma vasta programação que se estenderá do dia 17 a 28 de novembro e contará com o apoio de outros projetos como o  Criancine, Animage, Poesia na Tela e Mostra Infantil de Florianópolis. 
O festival exibirá ainda três mostras competitivas: Nacional (ficção, documentários e animação), Primeiros Passos (até segundo filme realizado pelo diretor) e Dália da Serra (diretores capacitados por oficinas do festival). 
“Esse é o ano da inclusão. Lutamos muito e finalmente estamos levando cinema para todos. Essa é nossa principal missão:  dar oportunidade para que todos assistam, discutam e, principalmente, conheçam o melhor do cinema”, afirmou Alexandre Soares, diretor do festival.
O evento ainda contará com as homenagens ao diretor Marcelo Gomes e à atriz Marcélia Cartaxo, oficinas de Crítica Cinematográfica, com André Dib e Boneco Animado, com Quiá Rodrigues e Ator no Cinema, com Marcélia Cartaxo, além dos seminários, master class com Jean-Claude Bernadet, lançamento de livros, feira Multicultural e mostras especiais.
Serviços:
Curta Taquary – 7º Festival Internacional de Curta Metragem
Quando: de 17 a 28 de novembro
Onde: De 17 a 21 nos distritos de Pão de Açúcar, Gravatá de Ibiapina, Vila do Socorro e no Sítio Mateus Vieira
De 22 a 2 8 Cine Santo Amaro (Rua Professor Luiz Carlos, Centro - Taquaritinga do Norte - PE )

Informações: 
www.curtataquary.com
Entrada franca
 

 

Mobilidade Urbana

 
Luciano se posiciona favorável ao projeto de padronização das calçadas

Envolvido nas discussões sobre a mobilidade urbana de Santa Cruz do Capibaribe, o vereador Luciano Bezerra (PR) debateu mais uma pauta relacionada ao tema.

De autoria do Poder Executivo, o Projeto de Lei Nº 019/2014, dispõe que a responsabilidade pela construção e manutenção das calçadas seja do cidadão, seguindo é claro padrões predefinidos. Luciano votou favorável ao projeto e destacou a importância para a população. “Trata-se de um ponto importante na questão da mobilidade. A padronização das calçadas contribuirá para a acessibilidade do cidadão, principalmente os cadeirantes, por isso o projeto conta com todo o meu apoio”, falou o vereador.

O Projeto de Lei Nº 019/2014 foi aprovado em primeira votação na 12ª Sessão Ordinária realizada nesta terça (28) e segue para segunda votação, antes de se tornar lei.

Mirian venceu enquete

 
Empresária bateu Oseas Moraes e Junior Gomes
 
Perguntamos em enquete, qual o vice ideal para Edson em 2016, e citamos os nomes do ex-deputado Oseas Moraes, do atual presidente da Câmara Junior Gomes e o da empresária Miriam Badu.
Resultado final:
Votantes: 271   

1º Miriam Badu- 152 votos
Oseas Moraes- 88 votos
Júnior Gomes 31 votos

Vem atuando bem

Caiu como uma luva 
 
Desta forma podemos descrever a maneira como Jéssyca Cavalcanti tem desempenhado suas função a frente da secretaria de articulação política da prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe. De forma desenvolta e incansável, ela tem correspondido às expectativas criadas a partir do instante em que foi ‘escalada’ para o novo desafio pelo prefeito Edson Vieira (PSDB).
Não poderia ser diferente, pois Jéssica tem surpreendido muitos em suas atuações, seja como vereadora ou secretária de governo.

EDITORIAL

Quanto VALE um voto para presidente da Câmara e a dança das letrinhas!
 
Além do jogo político, outros ingredientes podem ser decisivos na hora de se votar para presidente da Câmara em Santa cruz do Capibaribe.
A história da eleição na Cada Legislativa conta que nem sempre quem tem a maioria vence, mostra também que sempre haverá alguém doido para botar a mão em dinheiro ou mesmo chegar a presidência a qualquer cu$to.
Já tivemos vereador que mudou de lado para conseguir a presidência e que depois deu uma boa cotovelada no principal articulador. Outro se vendeu descaradamente e também mudou de lado, outro foi presidente por curto período em uma jogada politica arretada, e sem falar das histórias de bastidores que beiram o inacreditável politica clube, como a da eleição que 6 ganhou para 7, na maior trairagem da Casa Legislativa.  
Eleição da Câmara em Santa Cruz é a mais interessante do interior do país, mobilizando políticos, jornalistas, radialistas e outros mentirosos de plantão.
O clima nos corredores da Casa, na mídia local e no seio da oposição e no útero do governo anda pingando fogo.
E está quieto demais pro meu gosto, mas ele não é assim, deve estar estudando a estratégia para vencer, já que não pode perder a presidência da Câmara. Ele não está engolindo o que P vem fazendo publicamente e principalmente nos ba$tidores.
D vem comendo quieto e não quer saber quanto cu$ta o voto de P, e isto está irritando A, que não suporta injustiça e a acha que merece também o cargo.
Mas enquanto D pensa que está só na luta pelo apoio de P, o revoltado V está também disposto a inve$tir pesado para fazer P presidente  
Já o simpático B depende agora só do poder de E para ser presidente e conta com a compreensão de L que quer sair limpo desta história e somar mais pontos com E.   
Vão tentar jogar toda culpa em J pela confusão gerada, o que é uma injustiça tremenda, esquecendo que M vem articulando forte nos bastidores para fazer P se dar bem.   
Mas nunca pode se esperar que Z cumpra sua palavra. Todo mundo sabe que ele gosta mesmo é de dinheiro ou sonha em ser presidente. Seu voto tem valor, e seria a saída para E não passar vexame.
Santa Cruz do Capibaribe, 30 de outubro de 2014
Marcondes Moreno, DIRETO DA REDAÇÃO.